HOME
OLD AÇA NEW AÇAI MUSICIANS ZECA FILES REVIEWS RIO ART ROCK BLOG DOWNLOADS BANNERS STOLEN CONTACT MEMORABILIA

PORTUGUÊS
















Guerra Civil (1981)
Fim do Mundo (1983)
Piolho (1985)
Em Caso de Acidente... Quebre Este Disco!                          (1989)
Gloomland (1994)
Farawayers (1996)
Em Caso de Acidente... Quebre Este Disco                          (re-released in 2000)
Technolorgy (2002)
Pega Varetas (Meu Pau de Sebo) (2003)
Não Pode Ser Vendido Separadamente                          (2007)
ROCK (2011)
Gloomland (1994) Ainda (2012) Ninguem Pediu (2014) Technolorgy (2002 - re-released in 2012)agoramudoucapap70
ACIDENTE, is the Brazilian Indie Rock Band with 14 releases (1978/2018)
Pega Varetas
                                        - Mêu Páu de Sêbo - 2003 ROCK - 2011


Presentation   -   Songs + Slideshows   -   Downloads   -   Credits    -   Playlist   -  Leaflet


NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE 2007


PROGHEADS - COLLECTORS /// WARNING /// NOT PROG AT ALL

Don't be deceived /// Just a discful of pop rock songs in native dialect plus some kind of hard muzak /// Read inlet for details ///

After the success of 'TECHNOLORGY' (2002), whose 966 copies almost exhausted ACIDENTE committed a return to basic rock with Acidente 'PEGA VARETAS - MÊU PÁU DE SÊBO' (2003) and the reception was not the same. Then the band broke up. Four years have passed and this is an album where the pushy producer and keyboardist Paulo Malária relapses with thirteen compositions of its authorship. Helio "Scubi" Jenné, co-founder of AÇA, adds six more. Ary Menezes attends with his bass on three tracks (the other "basses" are keyboard) and Paulinha Swell debut starring on two. Drums programming and guitars (where there are) by Ringo Morais, recording and mixing by technician Gilmário Campos. Final details by Everson Dias.

'NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE' have songs exhumed from the mythical seventies, the time Banda Só Por Uma Noite of Malaria, Zeca and Guto (Cobra e Lagarto, Karl Marx, H') and groups Jherr and Leviathan of Scubi and Raul (Navegue, Irmãozinhos, Menina Bonita); continues with the aftermath of the 80s (Robada, BxBoy, Isso não podia...), 90s (R'n'B, Meu Blues, Soldadinho) to some issues of recent extraction (Kind, NVP, Astra Star, Jornal, A paz, Nervoso, Anal). The characteristics AÇA arrangements. Nothing very different from what has been heard before to exhaustion; the most tolerant say that rock ended in 1978, but then Acidente was just beginning. And it will not stop.


TopTop


Não Pode Ser Vendido Separadamente (2007)

PROGHEADS - COLLECTORS /// WARNING /// NOT PROG AT ALL
Don't be deceived /// Just a discful of pop rock songs in native dialect plus some kind of hard muzak /// Read inlet for det0ails ///



Acidente at Last-FM Acidente at YouTube Acidente Rock Band at Facebook Download all ACIDENTE albums for free!Download all ACIDENTE zipped albums for                          free!
Acidente at MySpace Acidente at SoundClick Acidente on SoundCloud
Acidente at Palco Mp3
Acidente at LyricsMode







SEARCH THE INTERNET
only search ACIDENTE site
[ Yahoo! ] options
Site by: Helio Jenné
© 1997/2018



























































Songs + Lyrics


1 KIND 4' 21
Paulo Malária -
BR-PIZ-07-00001

2 NAVEGUE PELA SOMBRA 2' 04
Helio "Scubi" Jenné - BR-PIZ-07-00002

3
COBRA E LAGARTO 2' 37
Paulo Malária
- BR-PIZ-07-00003

4
NÃO VOU PARAR 3
' 31
Paulo Malária - BR-PIZ-07-00004

5
RHYTHM AND BLUES 1
' 30
Helio "Scubi" Jenné - BR-PIZ-07-00005

6 ASTRA STAR (TU É IINHA)
2
' 57
Paulo Malária - BR-PIZ-07-00006

7 JORNAL DE MARTE 4' 43
Paulo Malária - BR-PIZ-07-00007

8 MEUS QUERIDOS IRMÃOZINHOS  3' 49
Helio "Scubi" Jenné / Raul Branco - BR-PIZ-07-00008


9 ROBADA 2' 35
Paulo Malária - BR-PIZ-07-00009

10 ISSO NÂO PODIA DAR CERTO 4' 08
Paulo Malária -
BR-PIZ-07-00010

11 MEU BLUES PRA VOCÊ 2' 41
Helio "Scubi" Jenné - BR-PIZ-07-00011


12 BAIXO BOY 3' 50
Paulo Malária -
BR-PIZ-07-00012

13 MENINA BONITA (MINHAS MANHÂS) 2' 55
Helio "Scubi" Jenné / Raul Branco - BR-PIZ-07-00013


14 A PELEJA DE KARL MARX CONTRA O IMPÉRIO DO KAPITAL 5' 29
Paulo Malária -
BR-PIZ-07-00014

15 A PAZ DO SEU OLHAR 2' 50
Helio "Scubi" Jenné / Ariadna Garibaldi - BR-PIZ-07-00015

16 NERVOSO ABSURDO 10' 42
Paulo Malária / Paulinha Swell - BR-PIZ-07-00016


17 H' (A GALINHA) 1' 56
Paulo Malária - BR-PIZ-07-00017


18 SÓ SE FOR ANAL  2' 20
Paulo Malária -
BR-PIZ-07-00018

TopoTopo


Astra Star e Burpy Bronco
Astra Star & Burpy Bronco

Nerda Menhuma (Indiano) & Menhuma Nerda                      (Paquistanês)
Nerda Menhuma (Indiano) & Menhuma Nerda (Paquistanês)

Ary Menezes
Ary Menezes


Paulo Malárria
Paulo Malária


Helio 'Scubi' Jenné
Helio 'Scubi' Jenné


































































Downloads

FREE DOWNLOAD
ALL ALBUMS BY ACIDENTE

Download Acidente albums
PASSWORD: ACIDENTE

TopoTop

 





















































Credits

Recorded, mixed, mastered and edited from 1-1-2007 a 27-6-2007 at Ringo's studio (˜A Paz do Seu Olhar" from 21 to 9-23-2006).

Ringo de Moraes - eletronic drums (1/19); guitars (1, 2, 5, 6, 7, 8, 9, 11, 13, 14, 15).

Gilmário Campos - recording, toning, mixing, editing, mastering.

Finish up e remaster em 1-7-2007 by  Éverson Dias at Zona Zero Studio www.zonazerostudio.com.
Rodrigo Araujo
- visual programming rao@rio.com.br.

Thanks to Marcelo Spindola Bacha www.editioprinceps.com by the logistic support.

Produced by Paulo Malária for Stolen Records (a Fake Enterprise)

All rights reserved.
Acidente, Paulo Malária e Stolen Records registered trademarks at INPI.






NPSVS CD Label




















































Musicians


Paulo Malária
- teclados (1/19); voz (3, 4, 6, 7, 9, 10, 12, 14, 17, 18, 19)
Helio ˜Scubi Jenné - voz (2, 5, 8, 11, 13, 15); solo de guitarra (15)
Ary Menezes - baixo (1, 3, 18)
Paulinha Swell - voz (6, 16)
Beto Venerando - "gánnço!" (12)

Ringo de Morais - bateria eletrônica (1/19); guitarras (1, 2, 5, 6, 7, 8, 9, 11, 13, 14, 15)


LINKS

ACIDENTE
www.acidente.ac

acidente@acidente.ac

Paulo Malária - paulomalaria@acidente.ac

Helio "Scubi" Jenné - heliojenne@acidente.ac

Ary Menezes - arymsf@yahoo.com.br

Paulinha Swell - pauladelfino@pop.com.br

P  2007   http://www.acidente.ac   Caixa Postal 56037 - Rio - RJ - 22292-970

PRODUCED AT THE MANAUS INDUSTRIAL COMPLEX BY SONOPRESS-RIMO DA AMAZÔNIA IND. E COM. FONOG. LTDA. RUA IÇA, 100 - A - DISTRITO INDUSTRIAL - MANAUS - AM
CNPJ: 4.494.129/0001-93 - SOB ENCOMENDA DE STOLEN RECORDS 369.978.707-91

TopoTop



























































NPSVS Playlist

To hear, click on the song name
(a new window will open)

To download, click on the arrow at the right.


TopTop





















































Leaflet

NPSVA - Leaflet external face
Leaflet external face

Leaflet Internal  face
Leaflet internal face

TopTop





















































Kind

Paulo Malária

Instrumental


TopoTop























































Navegue Pela Sombra

Helio Scubi Jenné

Minha boca já não pode sentir o pecado
O gosto rascante do mel
E nem tampouco mentir descuidada
Sobre o que você não viveu

Palavras me deixam perdido nesse jogo
Que é tão difícil de armar
Mas eu nãqo ligo, eu vejo e me sacudo
Menina o seu destino é o mar

Navegue pela sombra, smpre pela sombra
Desfrute das delícias do mal
Navegue com cuidado, mas sempre pela sombra
Abra as asas saiba voar
Abra as asas saiba voar
Abra as asas saiba voar

TopoTop























































Cobra e Lagarto

Paulo Malária

Vocês ainda continuam iguais
Fazendo muito pouco e Falando demais
Trocar uma ideia não faz mal a ninguém
Mas não vai dar camisa também

Se o meu cigarro é diferente do seu
E se o que eu bebo jacaré morreu
O que é que há, o que é que tem
Se pro meu lado tem pra mais de cem

Que falem cobra e lagarto
Eu faço gato e sapato
Que falem cobra e lagarto
Eu faço gato e sapato



TopoTop
























































Não Vou Parar

Paulo Malária

Nos tempos da Eldopop o bicho do rock mordeu
Uma geração de malucos, assim o Acidente nasceu

Em cada varanda, garagem e bar
Mais uma banda a tocar
A festa estava montada e não pararia por nada

Não vou parar, não vou parar
O Rock vai sempre rolar
Não vou parar

A grana levou ao poder
Meia dúzia de apaniguados
Viraram o astral pelo avesso
Fizeram do lado errado

A festa melou, o sonho acabou,
O show cancelaram o disco encalhou
Quebraram o que não construíram
Jogaram no lixo e sumiram

Não vou parar, não vou parar
O Rock vai sempre rolar
Não vou parar

No Prog eu me refugiei porque é o melhor som que há
Razão pra viver encontrei, deixei a borrasca passar
Ré Sol Lá chamou-me então e volta a exigir seu quinhão
Pois tudo isso foi meu, Anos 70 não morreu

Não vou parar, não vou parar
Um dia o meu fim vai chegar mesmo assim eu
Não vou parar


TopoTop























































Rhythm 'n' Blues

Helio 'Scubi' Jenné

Se estou sozinho no mundo sem ter ninguém
Que possa apertar contra o meu peito e beijar
Um nó na garganta e procuro lembar
Do último encontro alguns dias atrás

Olho pro céu estrelado e só vejo o seu rosto
A Lua é um sorriso e a cidade está sob os meus pés
E toda a turma vai pra casa dormir
Então fico parado olhando pro céu

Esperando a hora certa, pra falar as coisas certas
Mas ideias fogem e é um tormento
Inspiração é coisa de momento, de momento


TopoTop
























































Astra Star (tu é iinha)

Paulo Malária

- Eu quero surfar (Vamo lá)
- Mas é em Noronha
(Ui)
- Que roupa legal (Que conta medonha)
- Me leva pra night, eu quero dançar
Boate da moda, eu sou Astra Star
Estou tão carente, preciso de amor
Me abraça, me beija me diz que que eu sou,
Que que eu sou, que que eu sou, uou uou

Tu é iinha
Tu é muita da fofinha
Nome dela é Astra Star,
Me deixando num estado pre-falimentar (ou ou yeah)

- Me leva na suíte presidencial
E naquele restaurante onde vai a galera global
Me sinto insegura, você hoje não falou as palavras
Me diz logo pra mim que que eu sou
Que que eu sou, que que eu sou, uou uou

Tu é iinha
Tu é muita da lindinha
Nome dela é Astra Star,

Meu cartão já foi pro espaço, tem gerente a me ligar

Eu sou iinha, eu sou a sua gatinha,
Sempre a gastar e amar,
Astra Star,
Astra Star
Uma gata a beira-mar,
uou uou

Tu é iinha (Astra Star),
Que é que eu sou (Astra Star)
Que é que eu sou (Astra Star)

Uou
ou Tu é iinha (Astra Star, Astra Star, Astra Star
Astra StarAstra Star)

TopoTop























































Jornal de Marte
Paulo Malária

Esse jornal é de Marte
Daqui é que ele não é
Cadê o que eu vi ontem
Nenhuma linha sequer

O que fizeram do fato
Texto sem foto truncado
Ei jornaleiro, devolve o dinheiro
Me deste o jornal errado

Jornal local, jornal nacional,
jornal mundial de Marte
Jornal normal, audio visual
Jornal virtual, jornal de Marte

Jornal de Marte

Eu ando pela rua, sei que a barra tá pesada
Aqui só tem notícia da Terra Encantada
O couro tá comendo mas não nesse jornal
Pra gente é Finados, pra eles é Natal

Natal de Marte
Matal de Morte
Totalmente comprometido com os inimigos da população
Chama crime de violência
Transforma monstro em cidadão

Onde é que já se viu político
Honesto e bem intencionado
O índio moderno isso é um caderno desclassificado

Jornal local, jornal nacional,
jornal mundial de Marte
Jornal jornal, audio visual
Caô virtual, jornal de Marte

jornal de Marte,
jornal de Marte


TopoTop
























































Meus Queridos Irmãozinhos
Helio 'Scubi' Jenné

Meus queridos irmãozinhos
Como foi bom vocês terem
Percebido o perigo
Ainda a tempo

Meus discípulos fiéis
Como foi bom vocês terem
Acordado tão cedo
Pra ver o Sol brotar com energia

Olhem reparem bem
Olhem reparem bem
Olhem reparem bem


Guardem bem nas suas mentes
A lembrança destas manhãs quentes
Guardem bem nas suas mentes
A lembrança destas manhãs quentes


A vida desperta
Mais um dia da morte no mundo
Veja o orvalho que goteja
Das pétalas tristes do lírio

Pra ver o Sol brotar com energia
Olhem reparem bem
Olhem reparem bem
Olhem reparem bem

Guardem bem nas suas mentes
A lembrança destas manhãs quentes
Guardem bem nas suas mentes
A lembrança destas manhãs quentes



TopoTop























































Robada

Paulo Malária

Seus sonhos não são iguais aos meus
Não são nem nunca vão poder ser
Você é fruto do seu tempo
E não discute os argumentos
De quem se deixa entrar

Você não pode fazer nada
Mas o seu dia vai chegar
Você entrou numa robada
Quem manda não pensar

Você achou que estava certo
Seguir a trilha do esperto
Só que o esperto é garantido
Porque o pai dele é adido
e a mãe é industrial

Você não pode fazer nada
Mas o seu dia vai chegar
Você entrou numa robada
Quem manda não pensar

Um dia, no ano 2020
Quem sabe a grande chance pinte
Aí então vai ser tão tarde,
Por isso eu disse muito alarde
Me deixa aproveitar

Você não pode fazer nada
Mas o seu dia vai chegar. Eu sei,
Você entrou numa robada
Quem manda não pensar



TopoTop
























































Isso Não Podia Dar Certo

Paulo Malária

Noite de briga você vem e liga a fim de me alugar
Mas comumente, desligo somente, mas hoje eu vou lhe falar
Isso não podia dar certo, você me incomoda demais
Nada do teu lado é esperto e falta você não me faz

A vida é tão curta e o tempo corre demais
Viver do passado é feito andar para trás
Não sei como pode dizer tanto faz,
Tortura sim, nunca mais

Isso Não Podia Dar Certo
Isso Não Podia Dar Certo
Isso Não Podia Dar Certo

Mais um barraco explode o meu saco
Quem sabe onde quer chegar
E vou avisando, melhor ir parando, senão

Isso Não Podia Dar Certo
Você me incomoda demais
Nada do teu lado é esperto e falta você não me faz

A vida é tão curta e o tempo corre demais
Viver do passado é feito andar para trás
Não sei como pode dizer tanto faz,
Tortura sim, nunca mais

Isso Não Podia Dar Certo
Isso Não Podia Dar Certo
Isso Não Podia Dar Certo


TopoTop























































Meu Blues Pra Você

Helio 'Scubi' Jenné

Tenho tocado meu blues pra você
Sozinho no quarto sem saber
Mas hoje eu tive medo
Hoje eu tava mal
Mais uma semana vai morrer

E essa esperança louca me faz acreditar
Que os versos que tenho feito
Vão pegar você de jeito
Não passa de um sonho lento
Que só faz desesperar
Os meus olhos e as cores do meu cantar

(solo)

E essa esperança louca me faz acreditar
Que os versos que tenho feito
Vão pegar você de jeito
Não passa de um sonho lento
Que só faz desesperar
Os meus olhos e as cores do meu cantar
Os meus olhos e as cores do meu cantar
Os meus olhos e as cores do meu cantar


TopoTop























































Baixo Boy

Paulo Malária

Eu sou o boy
Que mora em Niterói
Mas acho tão bom
O Baixo Leblon

A gente se entope
De chopp mais chopp
E a noite vai passando
E o chopp vai rolando

Quatro horas da manhã
Eu só mantenho uma intenção
Colar numa pessoa de qualquer idade, sexo ou condição
Wowowo u u u au raul

E a vida passou
E o Baixo babou
Mas não foi em vão
Fiz essa canção


TopoTop























































Menina Bonita (Minhas Manhãs)

Helio 'Scubi' Jenné / Raul Branco

Todas as manhãs eu lhe encontro
Sempre nos falamos igual
Sempre que eu lhe vejo calada
Sinto algo no coração

Menina bonita não olhe assim pra mim
Seus olhos me cativam demais
Sua boca sempre a sorrir
Eu quero lhe dizer algo mais bonito
Preciso lhe fazer um pouco mais feliz

Já não lhe vejo todos os dias
Nem todas as semanas do mês
Quando eu lhe falar não sorria,
Pois não haverá outra vez

Menina bonita não olhe assim pra mim
Seus olhos me cativam demais
Sua boca sempre a sorrir
Eu quero lhe dizer algo mais bonito
Preciso lhe fazer um pouco mais feliz
 

TopoTop























































A Peleja de Karl Marx Contra o Império do Kapital

Paulo Malária

Houve uma vez um velho sábio na Alemanha
Cuja sabedoria era tamanha
E o povo russo foi a ele em romaria
Para escolher sua nova ideologia

Que abolia o capital e a mais valia
E contrapunha o proletário à burguesia
Ele previu que a revolução se faria
E sua terra, a primeira seria

Em tudo isso houve porém contradição
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão

Porém o Hitler tomou o poder
E disse a Marx você vai ver
Para a Alemanha a verdade é uma e una
Não tenho saco pra conversa de comuna

Quando eu passar vai ter de levantar o braço
Karl Marx falou isso eu sou contra, isso eu não faço
Então morreu num campo de concentração
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão
Pois Karl Marx não era russo, era alemão

TopoTop
























































A Paz do Seu Olhar

Helio Jenné / Ariadna Cavalcanti

Tanta coisa eu queria lhe dizer
Mas palavras são difíceis de encontrar
Se pudesse eu iria descrever
O que sinto ao ver a paz do seu olhar

Os meus olhos buscam sempre os olhos seus
E minha boca lhe aguarda com paixão
Eu não posso dividir com outro alguém
Esse bem que sem saber você me faz
Sem saber você me faz

E assim eu vou vivendo os dias meus
À espera de um dia me encontrar
Inteirinho, coladinho ao corpo seu
Submerso nesse mar do seu olhar

Os meus olhos buscam sempre os olhos seus
E minha boca lhe aguarda com paixão
Eu não posso dividir com outro alguém
Esse bem que sem saber você me faz
Sem saber você me faz

(Solo)

E assim eu vou vivendo os dias meus
À espera de um dia me encontrar
Inteirinho, coladinho ao corpo seu
Submerso nesse mar do seu olhar
Nesse mar do seu olhar


TopoTop























































Nervoso Absurdo

Paulo Malária / Paulinha Swell

Tá me dando um nervoso absurdo
Porque eu não sei o que eu pensei
Porque eu não sei...
O que eu pensei
.
.
.
Tá me dando um nervoso absurdo
Porque eu não sei o que eu pensei


TopoTop























































H' (A Galinha)

Paulo Malária

Eu fui beijar a boca daquela galinha
Os dente dela pôs meus beiço pra sangrar
Eu não lembrava que galinha tinha dente
Eu devo estar doente, eu sei lá o que que há

Eu sou um cara precavido e sempre certo
Minha vida é um livro aberto
Eu nunca piso onde não dá
Como é que eu fui fazer uma besteira assim
Essa galinha vai morrer rindo de mim

Eu fui beijar a boca daquela galinha
Os dente dela pôs meus beiço pra sangrar
Eu não lembrava que galinha tinha dente
Eu devo tá doente, eu sei lá o que que há

Agora a turma toda vai mexer comigo
Me ... tão a perigo, nem galinha tem perdão
Enquanto vivo for, terei imensa dor
Caí em papo de galinha sim senhor

Eu fui beijar a boca daquela galinha
Os dente dela pôs meus beiço pra sangrar
Eu não lembrava que galinha tinha dente
Eu devo tá doente, eu sei lá o que que há, có có có

TopoTop

























































Só Se For Anal

Paulo Malária

Não sei mais o que eu posso fazer
Pra a minha banda aparecer
Gravei monte de demos e nada
O produtor falou que eu faço a coisa errada

É só se for anal, é só se for anal
Rock qualquer um faz,
ce tem que dar bem mais
Ce tem que dar legal

Depois que essa onda passar
Eu vou ta muito velho pra recomeçar
O lance tem que ser agora
"Então fica de quatro que chegou tua hora"

É só se for anal, é só se for anal
Rock qualquer um faz,
ce tem que dar bem mais
Ce tem que dar legal

Tem que dar legal
Dar e também comer
Só assim vai ter
Um contrato pra você

Gravou o filho do Homi, gravou o playboy
Gravou o do Planalto e o de Niterói
Só eu que continuo independente (Au!)
"Deixa de ser babaca arreia as calça e sente!

É só se for anal, é só se for anal
Rock qualquer um faz,
ce tem que dar bem mais
Ce tem que dar legal

TopoTop
























































gif